Augusto Bueno.

O Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE-RS) contratou a InfraTI para um projeto de otimização de tráfego em redes WAN baseado na solução Cisco WAAS. 

A empresa foi a vencedora do edital com uma proposta de R$ 318 mil.

Conforme Ricardo Menna Barreto, coordenador do Serviço de Redes e Infraestrutura de Informática do TCE-RS, com a otimização a capacidade efetiva da WAN teve acréscimo médio de aproximadamente 20%, atingindo picos de até 80% em determinados momentos.

Além disso, o Tribunal constatou uma redução de tráfego nos links WAN de aproximadamente 16% em decorrência das otimizações providas pela solução adquirida, com picos de até 45% de redução.

“A ferramenta também está nos servindo para conhecer melhor o nosso tráfego de dados, indicando protocolos e volume de dados transmitidos e recebidos ao longo do tempo”, detalha Menna Barreto.

O coordenador explica que a escolha pela solução Cisco levou em conta o fato de a rede do órgão ser padronizada em produtos da fabricante.

Já Augusto Bueno, diretor da InfraTI, destaca que este projeto incrementa um histórico de trabalhos prestados pela empresa para o TCE-RS.

Anteriormente, a companhia já venceu licitações para fornecimento e substituição do switch central (core) da rede; projeto e configuração de VLANs; fornecimento e configuração da rede wireless, tudo com produtos Cisco.

Além disso, a empresa prestou consultoria para auxiliar na definição de investimentos adequados para atender às demandas do órgão.

“Somos parceiros Premier da Cisco, e os muitos anos de parceria com a fabricante nos garantem a expertise necessária para atender a projetos de todos os escopos compreendidos em seu portfólio”, afirma Bueno.

O novo projeto para o TCE-RS reforça a carteira de clientes do setor público atendidos pela InfraTI. Além do tribunal, a empresa também atende a órgãos como Prefeitura Municipal de Canoas, Secretaria da Saúde de Canoas e Sulgás, entre outros.