SAÚDE CERTIFICADA

Benner é CMMI 2

31/05/2012 11:23

Negócio nasce com faturamento de R$ 115 milhões em 2012 e planos de chegar a R$ 300 milhões em três anos.

Severino Benner. Foto: divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A catarinense Benner Sistemas, unidade de negócios da Globalweb Data Services, acaba de conquistar o CMMI 2  para projetos de software para o mercado de saúde.

Segundo o site do SEI, no projeto de certificação a companhia fio avaliada pela SWQuality Consultoria e Sistemas, de Recife.

Durante o processo, foram avaliadas as áreas de Planejamento de projeto (PP), Medição e análise (MA), Gestão de Configuração (CM), Garantia da Qualidade de Processo e Produto (PPQA), Monitoramento e Controle de Projeto (PMC) e Gestão de Requisitos (REQM).

Foram selecionados como amostra para avaliação quatro projetos de desenvolvimento.

Segundo Antônio Roberto Nogueira, diretor de Desenvolvimento da Benner, com o CMMI a empresa institucionaliza a gestão de projetos, garante mais eficiência da área técnica e equipe comercial.

“Esses fatores podem contribuir para o incremento das vendas”, acredita ele. “A qualidade decorrente do padrão certificado deve impactar também na elevação do nível de satisfação dos clientes e dos colaboradores”, completa.

Especializada em soluções de gestão para hospitais, a Benner uniu suas operações este mês com as da subsidiária brasileira da portuguesa Alert, especialista em administração clínica.

O novo negócio nasce com faturamento projetado para 2012 de R$ 115 milhões e planos para chegar a R$ 300 milhões no final de três anos.

A fusão foi a segunda anunciado pela Benner em pouco menos de um ano.

Em agosto de 2011, a empresa se uniu à Globalweb, braço de hosting services, full outsourcing e gerenciamento de data centers do Grupo TBA.

Sob o acordo, a Benner continuou a ter uma operação independente da holding, mas as duas empresas divulgaram faturamento esperado de R$ 500 milhões para a fusão até o ano fiscal de 2014.

Veja também

Benner lança ERP para saúde pública

A Benner Sistemas, fornecedora de ERP com sede em Blumenau e mais de 3,9 mil instalações realizadas em clientes de todo o Brasil, lança uma solução para o mercado de saúde pública.

Focada nas redes municipais e estaduais de saúde, o software permite gerir todos os processos envolvidos no atendimento ao público, como marcação de consultas, agendamento de exames, comunicação entre órgãos, entre outras funções.

Benner gere logística de ponta a ponta

A Benner Sistemas, unidade de negócios da Globalweb Data Services especializada em software de gestão empresarial, lança a solução Logística Global.

A ferramenta é voltada a médios e grandes players da área de transporte de cargas e exigiu investimento em torno de R$ 9 milhões no desenvolvimento, segundo Severino Benner, CEO da Globalweb.

Schroeder assume Benner no Sul

A Benner Sistemas acaba de nomear Isley Schroeder como gestor comercial da região Sul.  

Benner contrata diretora para crescer em cloud

A Benner Sistemas, fornecedora de ERP com sede em Blumenau e mais de 3,9 mil instalações realizadas em clientes de todo o Brasil, acaba de contratar Elisângela Laumann como diretora de Desenvolvimento de Software.

A executiva, que tem mais de 13 anos de experiência na área de desenvolvimento, vinda de empresas como Datasul e Totvs, vai atuar na unidade blumenuense e será responsável por reestruturar os processos de seu setor e as equipes de atendimento no Sul.

Aposta nas nuvens

Benner e TBA criam joint-venture

A Benner Sistemas, terceira maior empresa de ERP nacional, anunciou uma fusão com a Globalweb, braço de hosting services, full outsourcing e gerenciamento de data centers do Grupo TBA.

CERTIFICADO
Softtek Brasil é CMMI nível 3

Atentos à importância da melhoria contínua de seus processos, a Softtek, fornecedora global dedicada a maximizar o valor das aplicações de negócios, anuncia a conquista do CMMI nível 3, no Brasil.

O processo para a obtenção da certificação durou cerca de nove meses.

Segundo Alexandre Hernandes, diretor de AMS/DEV da Softtek, muitas das práticas e processos foram replicados da Softtek México, que já possui o nível cinco.

Teclógica é CMMI-SVC 2

A Teclógica, de Blumenau, acaba de alcançar a certificação CMMI Maturity Model Integration for Service (CMMI-SVC) nível 2.

Segundo a diretora de Produtos da companhia catarinense, Adriana Bombassaro Alexandre, a empresa é a terceira no Brasil e a primeira 100% nacional a obter a certificação.

Hildebrando, da Telmex, é CMMI 3 no Brasil

A Hildebrando Brasil, empresa de TI do Grupo Telmex que em 2011 faturou mais de R$ 35 milhões, acaba de alcançar o CMMI nível 3.

Iniciado no segundo semestre do ano passado, o processo de certificação da subsidiária consumiu investimento em torno de R$ 1 milhão.

Conforme o presidente da Hildebrando Brasil, Mário Rachid, a obtenção do CMMI 3 é particularmente importante para habilitar a companhia a participar de licitações governamentais.

Indra é CMMI nível 5

A multinacional espanhola Indra acaba de conquistar a certificação CMMI nível 5.