Participantes no Dreamforce em 2019, mil anos atrás. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Salesforce anunciou o retorno para a versão física do Dreamforce, evento anual da empresa que está entre os maiores do setor de tecnologia.

Ao contrário do que costumava acontecer, o Dreamforce não será realizado somente em São Francisco, mas também em Nova Iorque, Londres e Paris, entre os dias 21 e 23 de setembro.

A Salesforce não chega a dizer isso com todas as letras no seu comunicado, mas possivelmente se trata de uma estratégia para diminuir o número de pessoas em São Francisco, que em outros anos chegou a 170 mil.

A organização distribuída deve evitar também transtornos com cancelamento de voos, ou futuras medidas de quarentena.

Todos os participantes deverão estar vacinados contra a Covid-19, o que não deve ser um problema, pelo menos para os participantes americanos. Os Estados Unidos já vacinaram 41% da população até o momento.

É o primeiro anúncio de uma grande empresa do setor nesse sentido, em um momento de indefinição sobre o tema grandes eventos.

A SAP, por exemplo, anunciou ainda em janeiro que não faria grandes eventos presenciais em 2021.

A Salesforce parece estar apostando num regresso à normalidade. Ainda em abril, a ampresa anunciou que funcionários vacinados podiam começar a trabalhar nos escritórios da empresa em São Francisco, em grupos de até 100 pessoas.

O coronavírus não teve maiores efeitos nos resultados da Salesforce. No último trimestre, a empresa cresceu 23%, para US$ 5,96 bilhões.