Cristiano Mendes. Foto: divulgação

A porto-alegrense KingHost investiu R$ 3 milhões nos últimos dois anos em otimizações de infraestrutura e desenvolvimento de novas soluções para dar conta de uma demanda que só aumenta: de 2010 para cá, a quantidade de sites hospedados pela empresa subiu de 140 mil para 220 mil, alta de 57%.

O gerente de Marketing e Vendas da companhia, Cristiano Mendes, explica que o crescimento demandou a expansão dos data centers da companhia em Curitiba e Cotia, além da adição, em junho deste ano, de 200 TB ao centro de Porto Alegre, expandido o total para 700 TB.

Os investimentos também incluíram a compra, no primeiro trimestre deste ano, do GiGA, provedor de Internet com atuação na Serra Gaúcha, Vale do Sinos e Região Metropolitana e que agregou, de cara, 300 clientes à carteira da empresa porto-alegrense.

De acordo com Mendes, os aportes preparam a companhia para acompanhar um crescimento vertiginoso esperado para o setor de hosting. Ele se baseia em uma pesquisa da Cisco segundo a qual 3,6 bilhões de pessoas estarão online em 2017, em todoo o mundo.

“Com tantas pessoas conectadas, espera-se que a velocidade da banda larga aumente também, para atender ao fluxo de conteúdo e informação circulando. Empresas que atendem ao mercado digital devem otimizar infraestrutura, desempenho de soluções direcionadas e tecnologias físicas para armazenamento”, comenta o executivo.

No caso da KingHost, a melhoria da infraestrutura mira as pequenas e médias empresas, que hoje somam cerca de 55 mil em sua carteira, resultando na hospedagem de mais de 200 mil sites.

“Todos os nossos investimentos são direcionados para este perfil de usuário”, explica o  gerente.

A KingHost afirma ser a terceira maior brasileira de hosting e atua também em serviços de streaming de áudio e vídeo e hotspots wireless, além de hospedagem compartilhada, planos específicos para desenvolvedores e projetos personalizados na área de soluções corporativas, incluindo cloud computing e servidores dedicados.