Senior tem crescimento no primeiro semestre. Foto: divulgação.

A Senior, desenvolvedora catarinense de ERPs, anunciou seus resultados no primeiro semestre de 2013, contabilizando uma receita de R$ 252 milhões, um crescimento de 16% em relação ao mesmo período em 2012.

Um dos destaques do período foi o resultado da área de Serviços, responsável por mais de 30% do faturamento.

Além disso, a empresa investiu cerca de R$ 12 milhões em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), com destaque para o desenvolvimento de novas ofertas, como as soluções Gestão Empresarial Go Up , BI, Cloud Computing, Monitoramento de Servidores e Universidade Corporativa.

No período, a companhia firmou parcerias com 229 novos clientes, entre eles a Copagril - um contrato de R$ 2,5 milhões - e o Grupo Fiat, que adquiriu ferramenta para processamento da folha de pagamento de seus mais de 49 mil colaboradores.

No primeiro trimestre a Senior investiu R$ 615 mil em capacitação da equipe e fez alianças estratégicas com empresas grandes do setor, como IBM (Cloud Computing) e MicroStrategy (Business Intelligence).

Até o final deste ano, a empresa prevê investir mais de R$ 28 milhões em PD&I. A meta para 2013 é crescer 19% em relação ao ano anterior, chegando a marca de R$ 543 milhões em geração de negócios.

Segundo destaca Hermínio Gastaldi, diretor de Mercado da Senior, a redução do custo operacional em 6% também contribuiu fortemente para os resultados.

"Neste primeiro semestre tivemos uma redução do consumo de energia elétrica, com uma média mensal de 21%, por exemplo, e ajustamos nossos processos de compras e viagens", afirma.

Recentemente, a Senior anunciou um investimento de R$ 1 milhão em um programa de ampliação de canais que visa adicionar 10 novos parceiros no país, aumentando em 10% a rede total.  

As prioridades são cidades importantes no interior dos estados como São José do Rio Preto (SP), Presidente Prudente (SP), Juiz de Fora (MG), Montes Claros (MG), Rio Verde (GO), Anápolis (GO), Barreiras (BA), Feira de Santana (BA), São Luís (MA), Imperatriz (MA), além das capitais Manaus e Fortaleza.