Adriana Aroulho.

Adriana Aroulho, ex-COO da SAP no Brasil, foi escolhida para ser a nova presidente da operação brasileira da gigante alemã.

A informação é de fontes de mercado e foi confirmada pelo Baguete. A SAP divulgou nota logo depois confirmando a contratação.

A executiva tem um perfil discreto e está na SAP desde 2017, quando foi contratada vinda da HPE.

Aroulho fez carreira na HPE, empresa na qual entrou ainda em 2000, quando a companhia era a HP.

Na HP, Aroulho foi gerente do call center da América Latina.

Depois da separação, a executiva passou por diferentes posições de diretoria na nova HPE, incluindo a direção de Big Data para América Latina.

A nova presidente mantém o cargo de COO até que seja encontrado um substituto. 

“Estou feliz em começar uma nova fase da carreira em uma empresa em plena expansão, com o desafio de ampliar ainda mais o alcance das soluções SAP, ajudando clientes dos mais diversos setores a consolidar e acelerar a transformação digital de seus negócios, tornando-se Empresas Inteligentes neste cenário de constantes mudanças sociais e econômicas”, afirma Aroulho em nota divulgada pela SAP.

A SAP frisou na sua divulgação que os esforços de Aroulho foram "fundamentais" para elevar o Brasil a “Unidade de Negócios de 2019” na região da América Latina, que por sua vez foi a Região do Ano em toda a SAP. 

Aroulho substitui Cristina Palmaka, recentemente promovida para o cargo de presidente regional da empresa para América Latina e Caribe.

Palmaka tem uma trajetória similar à da nova presidente.

A executiva foi contratada em 2013 vinda da Microsoft, onde era responsável pelo Consumer Channels Group.

Mas Palmaka fez carreira na HP onde atuou como VP do Personal System Group por quase 10 anos.

Com a decisão de trocar uma executiva por outra, a SAP se mantém no pequeno grupo das grandes empresas de TI lideradas por mulheres no Brasil.