A Diebold Brasil, especializada em automação bancária, acaba de vencer a oitava licitação de urnas eletrônicas do TSE - Tribunal Superior Eleitoral para fabricação das urnas eletrônicas modelo 2009.

A concorrência prevê a encomenda de até 250 mil urnas, sendo que o primeiro pedido já foi feito para a produção de 165 mil e deve ser entregue entre abril e agosto.

Segundo Carlos Alberto Pádua, vice-presidente de tecnologia da Diebold, entre as novidades mais importantes, está a adoção de dispositivos de segurança complexos que exigiram o desenvolvimento de uma nova placa-mãe.

Com isso, a urna já sai de fábrica bloqueada para a instalação de qualquer programa que não tenha a assinatura do TSE.