Tamanho da fonte: -A+A

A Movie Express chega ao mercado com a missão de facilitar a locação de filmes e séries através da internet. Os gaúchos seguem os passos da americana Netflix, que teve faturamento de US$ 1,2 bilhão no ano fiscal de 2007, atendendo a 6,8 milhões de internautas.

Lançada em setembro de 2008, a companhia porto-alegrense conta com 400 clientes ativos, em menos de quatro meses de atuação, e surgiu da necessidade dos próprios sócios.

“Durante uma conversa, um amigo comentou que estava com pressa pois tinha que ir à locadora devolver os filmes, sendo que alguns ele nem tinha visto”, afirma Cesar Augusto Mendonça, analista e desenvolvedor de software e um dos sócios da empresa juntamente com Ricardo Moura, empresário do ramo de comércio.

Para divulgar o empreendimento, a empresa tornou-se patrocinadora oficial do programa diário Cafezinho, da rádio Pop Rock, além de apostar em outdoors, revistas, jornais e em comunidades na internet.

“Como o que estamos propondo é uma forte mudança de cultura em locação de filmes, acreditamos que há necessidade de uma forte campanha para que as pessoas entendam nossa proposta e tomem suas conclusões das vantagens”, justifica Mendonça.

Até o momento, são cerca de cinco mil títulos em DVD e, até o final do mês, a locadora passa a contar também com o formato blu-ray.

A questão do crescimento da pirataria de filmes – algo que parece preocupante para uma locadora sediada no mesmo ambiente que os compartilhadores de torrents - não é uma ameaça para a Movie Express, afirma Mendonça.

“As pessoas zelam pela qualidade e os filmes piratas não chegam ao nível de uma mídia legal das produtoras. E, devido ao nosso custo/benefício, as pessoas vão perceber que não vale a pena contribuir com algo ilegal e correr riscos desnecessários”, afirma o empresário.

Modelo de negócios
Os clientes da locadora online estão livres de multas, prazo de entrega, taxas de envio e recebimento graças aos planos de assinaturas que variam de R$ 39,90 a R$ 104,90 mensais. O plano mais econômico permite manter em casa um DVD, sem limite de troca, escolhendo receber até 26 filmes por mês.

Assinando o plano mais completo, é possível ficar com cinco DVDs simultaneamente e receber até 130 filmes por mês.

Perspectivas de faturamento ainda não são divulgadas, mas ampliação da área de cobertura, restrita a bairros de Porto Alegre, e do número de clientes são as principais metas da empresa para o futuro próximo.