Já faz algum tempo que gerentes de área, gerentes corporativos passaram a ser chamados de gestores. Mas será que realmente estão focados na gestão colaborativa de suas empresas ou continuam sendo os senhores de seus feudos ?

Um dos grandes desafios em nossas empresas é a integração entre as áreas, visão de processos integrados, que muitas vezes começam em uma área, passam por diversos departamentos e terminam em uma outra área.

O "modus operandis" das empresas é que cada área faça a sua parte sem ter uma visão do todo, sem saber exatamente quando e quais áreas devem ser envolvidas em um processo. Por exemplo, digamos que sua empresa irá lançar um novo produto no mercado. Sua área de marketing identifica uma oportunidade de negócio, inicia o estudo do mercado, verifica o posicionamento, público alvo, precificação, volume de vendas, layout de embalagens, etc. após alguns meses o produto é lançado e um tempo depois os problemas começam a aparecer:

- A lucratividade está abaixo do esperado
- O custo da matéria-prima e embalagens está acima do aceitável
- Se produz muito mais do que se consegue vender em um mês, aumentando os estoques

No exemplo acima, se os gestores de outras áreas tivessem sido envolvidos ocorreriam todos esses problemas ?

- A área financeira poderia fazer uma análise de custos do produto e rentabilidade
- As áreas de P&D, logística e seus fornecedores (sim, os fornecedores, por que não ?) poderiam sugerir opções de matéria-prima, embalagens mais econômicas, lotes de produção mais ajustados com o volume de vendas.

Estas situações acontecem em sua empresa ?

Se a resposta for sim, sua empresa continua na idade média, com seus senhores feudais impactando no crescimento, desperdiçando seus investimentos e deixando sua empresa menos competitiva.