O presidente da Microsoft Brasil, Emílio Umeoka, esteve em Porto Alegre na quarta-feira, 27, como convidado do Tá na Mesa da Federasul, apresentando a palestra "O futuro da tecnologia no Brasil". Para o executivo, o maior desafio do setor de TI brasileiro é melhorar a administração dos negócios. "Promovemos 'mini-MBA' com nossos canais, porque notamos que o grande obstáculo para o sucesso era a gestão dos processos de negócio", salientou.

Como contraponto, Umeoka ressaltou a escolha, entre 17 instituições de todo mundo, de duas universidades brasileiras (UFPE e Unesp) para colaborar com a Microsoft no desenvolvimento da linguagem Virtual Studio. Um dia após a promessa do governo de criar o Conselho Nacional de Software, o empresário criticou o que ele considera uma visão deturpada do assunto. "É preciso manter a discussão no aspecto técnico, de custo x benefício, e não cair numa discussão ideológica que não favorece ninguém", atestou.