O crescimento da banda larga, com os internautas batendo recordes de permanência conectados (13h58 em agosto), está favorecendo o negócio da Parks. 'Muitas empresas já reconhecem os benefícios de acessar a Internet sem precisar interromper o uso da linha telefônica. Os profissionais acostumados com as facilidades proporcionadas pela banda larga acabam estendendo esse benefício para suas casas. Hoje todos querem estar conectados, em tempo integral, com seus pares. Seja no trabalho, na faculdade ou com velhos amigos', diz Paulo Renato Ketzer de Souza, presidente da Parks. De acordo com o Ibope/NetRatings, o uso residencial de banda larga aumentou 24,1% no último ano. Praticamente seis vezes mais do que os índices americanos e japoneses. 'Os valores estão se tornando mais acessíveis para o usuário, que, ao pesar na balança o quanto seus familiares estão consumindo de impulsos telefônicos para utilizar a internet discada, tem percebido as vantagens de incorporar mais essa conta em suas despesas fixas', diz o executivo.