Filme produzido com equipamento de captura em 4K será exibido na California pelos brasileiros

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) vai apresentar um player capaz de exibir imagens 4K – formato de altíssima resolução de 8 milhões de pixels/frame, quatro vezes superior a do Full HD.

A exibição será no CineGrid 2011, de 4 a 7 de dezembro, na California, nos Estados Unidos.

O projeto é da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), coordenado pelo Laboratório de Aplicação em Vídeo Digital (Lavid) da UFPB.

Atualmente apenas grandes empresas norte-americanas e japonesas comercializam players capazes de reproduzir a tecnologia 4K, segundo os pesquisadores da Paraíba.

O diferencial do projeto brasileiro é um software que possibilita a compressão e codificação de imagens em super alta definição a partir de hardwares convencionais à disposição no mercado e com baixo custo.

O software também organiza o armazenamento dos arquivos em vídeo a partir da distribuição em rede com base no conceito da computação em nuvem.

No evento, dedicado ao desenvolvimento de novas tecnologias de transmissão, será exibido o filme EstereoEnsaios, filmado em 4K-3D, e exibido no novo player.

Além disso, por meio das conexões de altíssima velocidade da rede Ipê (rede acadêmica operada pela RNP), será realizada uma transmissão de um trecho do filme via streaming, da Paraíba para a Califórnia.

Será a primeira vez que um filme será transmitido via streaming nesse formato da Paraíba.

O EstereoEnsaios é um ensaio audiovisual de alta tecnologia que explora imagens em ultra-definição sobre o Rio de Janeiro, cidade para onde câmeras pioneiras se dirigem e registram as mais diferentes paisagens em três dimensões e altíssima definição.

Entre as cenas captadas pela equipe está a vista do Pão de Açúcar e da Baía de Guanabara, em tomadas aéreas e marítimas.

A organização do CineGrid fará, ainda, a exibição do filme no formato 4K-3D, usando um player comercial, desenvolvido no Japão, usualmente utilizado pela comunidade do CineGrid.

Gre-Nal pioneiro
Essa não é a primeira captura de imagens no formato 4K. Em 2010, com a supervisão de Keith Collea, produtor de filmes de Hollywood, foi filmado o jogo da final do Campeonato Gaúcho, entre Grêmio e Internacional.

O clássico Gre-Nal serviu de experimentação para a primeira filmagem de 4K-3D no mundo.

E este filme foi posteriormente apresentado pela primeira vez em 3D com resolução de 4096x2160 durante a Copa na África.

As imagens do Gre-Nal foram capturadas por uma câmera de aproximadamente 150 kg com 8 milhões de pixels e qualidade oito vezes superior às das imagens gravadas no atual formato HDTV.