Tamanho da fonte: -A+A

O grande trunfo do tablet da Amazon na briga contra o iPad – o preço baixo – não vai sair de graça para a empresa.

Segundo a consultoria IHS iSuppli, o Kindle Fire Tablet dá US$ 10,63 de prejuízo a cada venda.

Nas contas da  IHS, o modelo custa US$ 209,63 para ser produzido, sendo US$ 191,65 de peças e o restante de mão de obra. A empresa anunciou nesta semana que o aparelho será vendido a US$ 199, menos da metade do valor do iPad.

A margem está abaixo do calculado por analistas como Gene Munster, da PiperJaffray. Para ele, a Amazon perderia US$ 50 por Kindle Fire vendido.

Por trás do mark up negativo, diz a iSuppli, está uma aposta no conteúdo do tablet.

Wayne Lam, analista da consultoria que divulgou a estimativa, diz que a Amazon acredita que o aparelho vai incentivar uma alta no consumo dos filmes, músicas e vídeos comercializados sobre a plataforma do varejista eletrônico.

O passo, no entanto, pode ser arriscado. Segundo outra consultoria, a NPD, os conteúdos digitais da Amazon nunca foram muito promissores.