Bring your own devices economiza

04/01/2012 11:21

O modelo Bring Your Own Devices (BYOD) no qual as empresas permitem aos funcionário utilizar dispositivos pessoais ligados à rede corporativa gera economia para as organizações. 

É o que aponta uma matéria do Financial Times, destacando o caso da Citrix, provedora de sistemas para virtualização de desktop, que teria obtido uma economia de 20% com a medida.

Tamanho da fonte: -A+A

O modelo Bring Your Own Devices (BYOD) no qual as empresas permitem aos funcionário utilizar dispositivos pessoais ligados à rede corporativa gera economia para as organizações. 

É o que aponta uma matéria do Financial Times, destacando o caso da Citrix, provedora de sistemas para virtualização de desktop, que teria obtido uma economia de 20% com a medida.

"Permitir que os funcionários utilizassem seus próprios gadgets no ambiente de trabalho foi um passo lógico para a Citrix, uma vez que a nossa tecnologia dá suporte aos usuários e acesso seguro para qualquer dispositivo”, garantiu Martin Kelly, vice-presidente de tecnologia da informação da Citrix, ao Fiancial Times.

Kelly também explica que, ao passo que a proposta cresce, o foco da Citrix será ajudar os clientes a obter resultados positivos com virtualização, assim como disseminar a ideia para empresas que ainda não aderiram a ela.

Segundo informa o Financial Times, inicialmente o projeto da Citrix era destinado apenas aos funcionários com mais de 12 meses de presença na companhia. Além disso, a empresa exigia, apenas, que cada um que utilizasse seu próprio gadget intalasse e mantivesse um antivírus, bem como adquirisse um contrato de suporte de três anos da empresa.

Em uma segunda pesquisa, a consultoria Vanson Bourne entrevistou cerca de mil profissionais de TI e 53% deles afirmaram que têm implementado instrumentos de virtualização de desktops, a fim de oferecer suporte aos dispositivos que seus funcionários estão levando para usar na empresa.

Além disso, 73% do total entrevistado acreditam que o BYOD vai oferecer maior flexibilidade aos trabalhadores, e cerca de 80% veem no projeto e na virtualização uma alternativa para a redução de custos com TI.

A matéria está disponível na íntegra pelo link relacionado abaixo.

Veja também

Gadgets móveis vão substituir 95% dos PCs

Os tablets e smartphones vão substituir cerca de 95% dos PCs.

A tendência é apontada pelo pesquisador americano Jeff Cole, da UCLA e da USC Annenberg School of Communication and Journalism, que há 11 anos, coleta informações sobre os hábitos de consumo de mídia em 34 países, acompanhando em média 2 mil pessoas em cada país.

Artigo: gadgets, privacidade e segurança

Cesar Gabardo, engenheiro de rede da Sofhar Gestão e Tecnologia, publica artigo no Baguete sobre segurança e dispositivos móveis.

Segundo Gabardo, o uso frequente de smarthphones e tablets coloca em risco a segurança do conteúdo dos usuários e a privacidade das informações armazenadas nesses gadgets.

10% de mails corporativos em nuvem até 2014

O Gartner prevê que, até 2014, 10% das mensagens encaminhadas por e-mail estarão hospedadas na nuvem dentro das empresas, passando a 55% até 2020.

Segundo relatório do instituto, as empresas, principalmente as de pequeno porte ou que têm equipes espalhadas em diversas localidades, devem analisar os benefícios da contratação do email e das ferramentas de colaboração em nuvem.

Cisco e Citrix: parceria em virtualização

A Cisco e a Citrix firmaram uma parceria focada no desenvolvimento e venda de soluções para virtualização de desktops e aplicativos para PCs, Macs, tablets, smartphones e thin clients.

A aliança também foca o mercado de datacenter, com soluções de infraestrutura para acelerar a implementação de serviços de cloud.

Citrix troca diretor de canais nas Américas

A Citrix nomeou Mike Fouts, funcionário com 10 anos de casa, como o novo Diretor de Canais e Operações de Campo para as Américas, região que abrange Canadá, Estados Unidos e América Latina.

O executivo será líder das equipes de marketing e trabalhará em estreita colaboração com os canais para promover a virtualização e o cloud computing.