Diponto: foco no exterior para crescer 20%

05/05/2011 16:19

A porto-alegrense Diponto pretende incrementar com expansão no exterior sua meta de crescimento para 2011, estipulada em 20% sobre os R$ 3 milhões faturados no ano passado.

Para isso, a empresa fechou um contrato com a Equipos Bancarios Dulon, de Bogotá, que adquiriu os relógios de ponto DPSin e Sirene, além do software desenvolvido para uso nos equipamentos, em um case piloto para iniciar a distribuição das soluções.

Adrinei e Márcio Kaiser, os diretores da Diponto

Tamanho da fonte: -A+A

A porto-alegrense Diponto pretende incrementar com expansão no exterior sua meta de crescimento para 2011, estipulada em 20% sobre os R$ 3 milhões faturados no ano passado.

Para isso, a empresa fechou um contrato com a Equipos Bancarios Dulon, de Bogotá, que adquiriu os relógios de ponto DPSin e Sirene, além do software desenvolvido para uso nos equipamentos, em um case piloto para iniciar a distribuição das soluções.

“Foi uma compra piloto para uso próprio. Aprovando o produto, eles passarão a revender”, explica o diretor da companhia gaúcha, Adrinei Kaiser. “A negociação foi feita através de uma parceria com a Apex-Brasil, com intermédio do Sindvel - Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Vale da Eletrônica”, ressalta.

A Dulon produz e vende soluções de segurança, controle de tempo/acesso e proteção de bens e valores.

A aliança com a empresa colombiana é uma aposta da Diponto para expandir seus negócios no exterior, mercado no qual atual desde 2009, quando iniciou as vendas do modelo Sirene para países como Líbia, Malásia e Coréia do Sul, além da própria Colômbia.

“No mercado interno, a maior parte de nossa produção é vendida para fora do mercado gaúcho. Hoje, 39% de nossa comercialização fica aqui, e o restante vai para outros 21 estados”, detalha Marcio Kaiser, também diretor da Diponto.

Segundo ele, os principais mercados são São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais e Paraná.

Na sequencia, com menor participação, vêm Bahia, Rio de Janeiro e Ceará.

A Diponto atua na fabricação de equipamentos e soluções para controle de acesso, segurança e sinalização corporativa.

A carteira de clientes traz nomes como Tumelero, Ughini, Puras e De Sírius.
 

Veja também

Diebold: 30% menos custos com bakcup com CA

A Diebold, especializada em sistemas de auto-atendimento integrados, adotou soluções da CA, em modelo on demand, para expandir a segurança e disponibilidade de seus dados.

Dimep integra Diebold a relógios de ponto

A Dimep, especializada em sistemas de ponto eletrônico e controle de acesso de pessoas e veículos com 65% de market share no país, acaba de fechar negócio com a Diebold para integrar impressoras térmicas aos seus relógios de ponto.

O pedido inicial inclui 11 mil impressoras, mas até final de agosto deverão ser 30 mil unidades.

Lula quer rever alteração do registro de ponto

O presidente Luiz prometeu rever a portaria do Ministério do Trabalho que obriga as empresas a ter equipamentos de controle de ponto que emitam comprovante dos horários de entrada e saída do trabalhador.

RS é locomotiva da Dimep!
O Rio Grande do Sul foi o estado de maior crescimento para os negócios da paulista Dimep Sistemas em 2008. Ao passo que, como um todo, a empresa cresceu 12%, por aqui a expansão foi de nada menos que 110% só em Caxias do Sul. Em Porto Alegre, as vendas da companhia aumentaram 11,2%; em Passo Fundo, 58,2%; Santo Ângelo, 27,7%; e Pelotas, 21%.

Conforme o presidente da organização, Dimas de Melo Pimenta II, o resultado se baseia no fato de o mercado gaúcho ser, cada vez mais, um consumidor assíduo de tecnologia.
Abinee-RS debate regras do ponto eletrônico
A Abinee-RS (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica) e a Diponto, fabricante de relógios ponto, promovem na quinta-feira, 10, o seminário “A regulamentação do Ponto Eletrônico nas empresas do setor eletroeletrônico”.

O evento tem início às 14h e acontece no auditório Talento Empreendedor do Tecnopuc (Avenida Ipiranga, 6681), em Porto Alegre.
MyABCM: 40% dos negócios no exterior

A empresa brasileira de soluções para a gestão estratégica de custos MyABCM obteve em 2010 um crescimento de 65% em seus negócios, sendo 40% deles originados em 10 países diferentes.

Recentemente, a empresa se dedicou à melhoria e tradução para diferentes idiomas da solução-chefe, a MyABCM, desenvolvida 100% no Brasil.

Estados Unidos, México, Irã e Indonésia são alguns dos países em que a companhia tem clientes

Aorta compra Meritia e inicia no exterior

Menos de seis meses após comprar sua principal concorrente, a MobiMarket, a Aorta Entretenimento, especializada no desenvolvimento de aplicativos e conteúdos para dispositivos móveis, acaba de adquirir a Meritia.

A empresa adquirida provê soluções de mobilidade para o usuário final e, com a compra, a Aorta inicia sua expansão internacional, por meio de clientes já atendidos pela Meritia.

Segware quer 50% mais e mira exterior

A Segware, catarinense especializada em software e soluções de mobilidade para segurança eletrônica, superou a expectativa de crescimento para 2010: inicialmente, planejava expandir o faturamento em 30%, mas chegou aos 35% de incremento sobre 2009.

A carteira de clientes também cresceu 20%, somando cerca de 1 mil ativos. Só no Rio Grande do Sul, grandes do setor de segurança como Rudder e STS utilizam soluções da empresa.

OpServices lança portal de olho no exterior

A OpServices, empresa de Porto Alegre focada em soluções de governança, acaba de renovar seu portal na Internet, que agora tem versões em português e inglês.

Ilegra fecha 5º contrato no exterior
A Ilegra acaba de conquistar seu quinto cliente no exterior, com uma empresa canadense da área de informações para empresas e profissionais.

O contrato é de dois anos e envolve prestação de consultoria SOA, além de suporte ao ambiente de desenvolvimento e de produção.

Para tanto, serão aplicadas técnicas ágeis de gerência de configuração, tais como integração contínua e automatização de release (troca de versão).
Mondo: projetos com o governo colombiano
A Mondo Strategies, empresa catarinense especializada em gestão integrada de software, foi convidada a colaborar com o governo colombiano.

O acordo se deu após a catarinense iniciar um trabalho cooperativo a convite da Federação Colombiana da Indústria de Software (Fedesoft).
MSBS Tridea chega ao Chile, Colômbia e México
A MSBS Tridea, grupo que reúne os dois maiores parceiros Microsoft do país em ERP e CRM, anuncia a inauguração de novas bases operacionais em Santiago, Bogotá e Cidade do México.

Com isso, o grupo conclui a primeira etapa do projeto para ampliar sua atuação direta na América Latina – em outubro, havia iniciado oficialmente as atividades em Buenos Aires.
Colômbia usa pedágio eletrônico da Q-Free

A Colômbia iniciou um projeto piloto para implantação da arrecadação eletrônica de pedágio.

A Q-Free, que no Brasil fornece os sistemas usados no Sem Parar/ Via Fácil, já entregou 5,5 mil tags e 16 antenas leitoras para a fase inicial.

A frota estimada de veículos da Colômbia é de aproximadamente 6 milhões. O início da operação comercial está previsto para o segundo trimestre do ano.