Positivo vai ampliar atuação na América Latina com parceria na Argentina

Tamanho da fonte: -A+A

Líder na fabricação de computadores no Brasil, com 14% do mercado segundo a consultoria IDC, a Positivo Informática anunciou nesta segunda-feira, 06, uma  joint-venture com a argentina BGH, dando à empresa acesso aos mercados argentino e uruguaio.

O investimento inicial estimado pela Positivo será de US$ 8 milhões, e o começo da operação está previsto para fevereiro de 2011.

A parceria envolve a fabricação e a venda de produtos de informática nesses dois mercados vizinhos.

Segundo a agência Reuters, para formar a parceria a Positivo adquiriu 50% da Informática Fueguina, que era de titularidade direta e indireta da BGH. A sociedade será compartilhada entre ambas companhias, segundo comunicado.

O acordo – sujeito a aprovações governamentais – prevê a construção de uma fábrica na Província da Terra do Fogo, Antártida e Ilhas do Atlântico Sul, na Argentina. A BGH entrará com metade do investimento - US$ 4 milhões.

Os produtos serão comercializados pela empresa argentina sob a bandeira que combinará as marcas Positivo e BGH.

Efeito positivo na Bolsa
Conforme a Reuters, as ações da Positivo subiam 1,18% às 11h41min, a R$ 11,98 reais. Cerca de 30 minutos depois da publicação da informação pela agência, a cotação da empresa na Bovespa já estava em alta de 1,77%, com os papéis a R$ 12,05, às 12h08min.

Levantamento realizado pela Exame indica que a empresa acumula queda de 44% nas ações desde janeiro. No terceiro trimestre, a Positivo teve baixa de 74% no lucro líquido e uma redução de 65,6% no EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização).

Com os resultados, as ações, que estrearam na BM&FBovespa negociadas a R$ 23 reais em 2006, não têm ultrapassado muito o patamar de R$ 11.

Segundo matéria publicada na semana passada no site da Info Exame, a empresa anunciou a demissão de gerentes na semana passada. Os cortes seriam apenas entre funcionários em cargos de maior responsabilidade, e não afetariam a base da empresa, que atualmente emprega 5,8 mil pessoas.

Fundada há 21 anos, a Positivo Informática possui três fábricas, localizadas em Curitiba (PR), Manaus (AM) e Ilhéus (BA). Em 2009, o faturamento foi de  R$ 2,513 bilhões em 2009.

Já a BGH existe desde 1913. A partir dos anos 1930, trabalhou com a importação de equipamentos para a Argentina. A empresa anunciou, na semana passada, o investimento de US$ 50 milhões na ampliação de uma fábrica na Argentina.