Tamanho da fonte: -A+A

A seguradora Porto Seguro criou uma linha de cobertura para o iPad, ampliando a oferta já disponível para notebooks, palmtops e outros portáteis.

O seguro cobre roubo e furto qualificado (exceto quando deixado em veículos); danos elétricos, impacto de veículos, aeronaves e embarcações; incêndio, raio ou explosão e suas consequências.

No próprio site da companhia (acesse nos links relacionados abaixo) os interessados podem fazer uma cotação do seguro.

Para um iPad com 16 GB de armazenamento, com as tecnologias Wi-Fi e 3G comprado no dia do lançamento no Brasil, 03 de dezembro, sem cobertura de danos elétricos, o seguro custa R$ 275,03, à vista, podendo ser pago em até quatro vezes de R$ 68,76.

No caso do iPad mais barato (16 GB apenas com Wi-Fi), o seguro custa R$ 221,34, ou até três vezes de R$ 76,59, dependendo do modo de pagamento.

Os valores são próximos do seguro para um computador com custo de R$ 2 mil.

O tablet da Apple custa entre R$ 1.649 e R$ 2.599 no Brasil – um dos preços mais altos do mundo.

Na Porto Seguro, outros tablets além do iPad, como o Sansung Galaxy TAB< também à venda no Brasil, podem ser segurados.

Estima-se que já existam 10 mil tablets no mercado brasileiro.