Tamanho da fonte: -A+A

A Urmet Daruma venceu um licitação do Banco do Brasil e fechou um contrato no valor aproximado de R$ 40 milhões para fornecimento de 8,5 mil terminais de atendimento e de consulta para clientes.

Os equipamentos serão instalados ainda este ano. O contrato prevê, ainda, a prestação de serviços agregados à base implantada e a garantia dos equipamentos.

Conforme Mario Alves, executivo responsável pelo projeto com o BB, esta é o segunda licitação ganha pela Urmet junto ao banco.

O BB já é usuário, desde 2009, de PCs da empresa para as frentes de caixa.

E a previsão é ampliar também esta base: até o final deste ano, o parque instalado deverá chegar a 45 mil PCs.

Aliás, o cliente "governo" tem dado impulso aos negócios companhia de origem italiana que atua no Brasil em informática, automação comercial e telecomunicações.

Segundo Mário Campo Grande, presidente da Urmet, a previsão é aumentar em 50% o faturamento este ano, e muito desta estratégia está baseada nas vendas para o setor público.

No foco deste segmento, a Urmet inclui também a área farmacêutica/médica, com soluções para rastreabilidade de medicamentos; além da educação, com a informatização de escolas.

A companhia já atende, além do BB, também o IBGE, para o qual forneceu equipamentos para realização do censo; e o programa MEC Rural, do Ministério da Educação, que conta com computadores de fabricação própria da Urmet, produzidos em Taubaté.

A Polícia de Fortaleza, além de estações de monitoramento de praias de São Paulo, na área de Ubatuba e Caraguatatuba, são outros clientes da empresa no setor público.