Tamanho da fonte: -A+A

Até 2015, metade dos data centers terão uma zona de alta densidade, representando aumento de 40 pontos percentuais frente à parcela registrada no ano passado, informa o instituto Gartner.

Atualmente, a área de Blade é a que registra crescimento mais acelerado em servidores de alta densidade.

Para o instituto zonas de alta densidade são aquelas que consomem quantidade de energia superior a 10kW por rack para um determinado conjunto de linhas. Qualquer rack padrão de servidores blade com ocupação da capacidade acima de 50% está em uma região de alta densidade, diz o Gartner.

Segundo o estudo, os data centers que surgiram nos últimos cinco anos foram concebidos para ter uma distribuição uniforme em torno de dois a quatro quilowatts (kW) por rack.

Com o uso crescente de sistemas de alta densidade, essa configuração tornou-se insuficiente.

Esse é um dos motivos que leva os analistas do Gartner a acreditar que zonas de alta densidade fornecerão o melhor método para equilibrar a energia e a refrigeração dos diferentes equipamentos de TI no mesmo data center.

O Gartner aconselha as empresas a desenvolverem espaços suficientemente grandes para acomodarem um crescimento da capacidade, cerca de 20% e 25% do espaço espaço físico do andar no qual é alocado o data center.