Tamanho da fonte: -A+A

A Intel criou um fundo de US$ 100 milhões para investir em companhias que criam aplicações e conteúdo que complementam seus chips para dispositivos móveis.

Com o lançamento, a empresa reforça sua tentativa de entrar no mercado de smartphones e tablets, hoje dominada pela rival britânica ARM, que equipa, por exemplo, iPhones.

Batizado de AppUp Fund, da Intel Capital, cujo nome deriva da loja online de softwares da fabricante de chips, já fez investimentos.

Até o momento na Urban Airship, companhia de marketing móvel, e na 4tiitoo, empresa de software alemã, receberam aportes para desenvolvimento de projetos.

A loja online AppUp promove o desenvolvimento e a venda de aplicativos desenvolvidos para o sistema operacional MeeGo, que funciona em muitos netbooks usando os chips Atom, da Intel.

Um fundo de US$ 300 milhões já havia sido criado mais cedo este ano para promover uma tecnologia para a nova categoria de laptops finos que a companhia batizou de Ultrabooks.