TabWay é o nome do novo tablet brasileiro, fabricado pela Itautec.

Voltado para o mercado corporativo, o aparelho é baseado no sistema operacional Android, do Google, e estará disponível em dois modelos com telas de 10 polegadas.

O TabWay custará de R$ 1,1 mil a R$ 1,6 mil, dependendo do projeto em questão.

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, Mário Anseloni, presidente e executivo-chefe da companhia, revela que a aposta no mercado corporativo é uma questão de foco, já que o mercado de consumidores finais já tem bastante concorrência.

"Uma empresa do porte da Itautec não poderia dar um tiro no escuro. A previsão é de que os tablets respondam por 5% das nossas vendas de computadores em 2012”, disse o executivo ao Valor.

A ideia, explica Anseloni, é oferecer o tablet a determinados segmentos econômicos, associado a um pacote de aplicativos específicos para cada setor.

O modelo envolve ainda o acesso aos serviços da companhia, que conta com uma rede de assistência técnica em mais de 3,7 mil cidades do país.

Inicialmente, a oferta estará concentrada nos segmentos de finanças, saúde, educação e automação de força de vendas.

Para a área de saúde, por exemplo, uma das aplicações previstas é a venda do tablet com sistemas instalados que podem gerenciar desde processos administrativos até todo o histórico de consultas, exames e internações dos pacientes.

A Itautec irá combinar o desenvolvimento próprio de sistemas e parcerias com empresas nacionais que criam aplicativos móveis. Entre as companhias que já fecharam acordo nessa direção está a Go Mobile.

Segundo Anseloni, o desenvolvimento interno de software estará mais concentrado em áreas nas quais a Itautec já tem experiência, como finanças e varejo.

Leia a matéria completa do Valor Econômico nos links relacionados abaixo.