Estudo da Abradisti revela que 84% do faturamento total dos distribuidores de TI do Brasil vem da comercialização de hardware.

Segundo a 2ª Pesquisa do Setor, Salarial e Censo de Revendas da Abradisti, 10% vêm de softwares e apenas 1% de serviços.

O estudo foi encomendado pela Associação à IT Data.

Na análise pelos itens que têm grande movimentação no mercado de distribuição de TI, os componentes são os que mais geram negócios, com 18%, seguidos por PCs e Servidores, com 15%, e produtos de redes com 12%.

Ainda é estimado que os distribuidores comercializem 4,9 milhões de produtos diversos por mês.

Para realizar a pesquisa, foram consideradas informações de 86 empresas brasileiras, que juntas representam mais de 95% do mercado, entre elas Agis, Aldo, Alcatéia, Avnet, Ingram, Officer, entre outras.