A Diebold Brasil, anunciou nessa terça-feira, 23, a oferta de revitalização de caixas eletrônicos bancários (ATMs). A solução inclui restauração e descarte ecologicamente correto.

Segundo a empresa, cerca de 2 mil terminais de autoatendimento foram revitalizados pela empresa, e outras 5 mil restaurações estão contratadas.

Antônio Galvão Cardoso Cintra, vice-presidente de Operações da Diebold Brasil, detalha o processo de recuperação: “O painel frontal, de poliuretano, não é reutilizável. Vai para o descarte ecologicamente correto. Já o dispensador de cédulas, que é o coração da ATM, é totalmente reaproveitado”, diz Cintra.

Uma ATM revitalizada, explica o executivo, custa 40% menos que um terminal saído de fábrica, e tem funcionamento garantido por mais quatro ou cinco anos.

A Diebold, com sede nos Estados Unidos, conta com cerca de 17 mil funcionários, com representantes em mais de 90 países.

No Brasil, a empresa tem 60% de market share de produtos para automação bancária. A empresa está sediada em São Paulo, possui 15 clientes e conta com 3,2 mil colaboradores. Fornece ainda equipamentos para automação eleitoral, sendo responsável pela fabricação das urnas eletrônicas para as eleições de 1998, 2000, 2004, 2006, 2008 e 2010.