Tamanho da fonte: -A+A

A BestBuy cortou em US$ 200 os preços do tablet da RIM, o PlayBook.

Os motivos apontados por sites de notícia norte-americanos são dois.

Primeiro, pode tratar-se de uma resposta ao Kindle Fire Tablet, anunciado nessa semana pela Amazon, a US$ 199 e considerado muito similar ao gadget da RIM - fabricante do BlackBerry.

Segundo, a RIM está seguindo os passos da HP, e descontinuará o produto.

Na versão mais barata (16 GB), o PlayBook passou a custar US$ 299. Já as com 32 GB e 64 GB estão cotadas a US$ 399 e US$ 499.

Com os descontos, os modelos ficam iguais ou até 41% mais baratos que o campeão do segmento – o iPad, da Apple, vendido nos Estados Unidos por a partir de US$ 499.

Rodando plataforma própria, o tablet da RIM foi lançado em abril desse ano.

A RIM vem perdendo espaço no mercado de smartphones desde a popularização do iPhone e do início da consumerização da TI.

Quanto à entrada nos tablets, a empresa não divulga números de vendas, mas, segundo o site da PC World, os despachos caíram de 500 mil para 200 mil do terceiro para o quarto trimestre.

Todos os indícios apontam para o mesmo caminho do tablet da HP, que só foi um sucesso arrasador de vendas quando queimado no estoque da BestBuy nos Estados Unidos por US$ 99.