Tamanho da fonte: -A+A

A japonesa Panasonic prevê um prejuízo líquido anual de 420 bilhões de ienes (US$ 5,5 bilhões), a maior perda em uma década.

Segundo a empresa, custos de reestruturação e fraca demanda nos Estados Unidos e na Europa corroeram a receita da empresa.

A Panasonic, em meio aos esforços de cortar custos e se livrar dos negócios que se sobrepõem depois de comprar a subsidiária Sanyo, também foi prejudicada pelo iene forte.

O prejuízo, o segundo maior já registrado pela companhia, segue a previsão anterior de lucro líquido de 30 bilhões de ienes no ano até março de 2012 e o lucro líquido de 74 bilhões de ienes no ano passado.

A empresa cortou a previsão de lucro operacional para o ano fechado para 130 bilhões de ienes, contra 270 bilhões de ienes antes.

O número está muito abaixo da estimativa do mercado de lucro de 225 bilhões de ienes, segundo a média de 21 analistas que a Thomson Reuters I/B/E/S ouviu.

A companhia também cortou a estimativa de vendas anuais de televisão para 19 milhões de unidades, ante 25 milhões.