Tamanho da fonte: -A+A

Até o segundo semestre deste ano, todas as escolas municipais de Porto Alegre estarão integradas por conexão banda larga wireless. A garantia foi dada pelo prefeito da capital, José Fogaça, nesta quarta-feira, 05, durante a abertura do ano letivo da cidade.

Hoje, 68 das 93 escolas municipais porto-alegrenses contam com banda larga. A iniciativa faz parte do projeto Wireless Educação, desenvolvido pela Procempa.

A interligação das escolas municipais pela rede de banda larga da Procempa faz parte do projeto POA Digital, que leva conexão rápida via wireless também a outros prédios da administração pública da capital, como postos de saúde e secretarias. Só até a metade do ano passado, 86 prédios da prefeitura já haviam recebido a tecnologia, viabilizada pela Infovia - rede de fibras ópticas instalada ao longo de 323 km da Região Metropolitana.

A Procempa também investe na interligação dos órgãos municipais via Rede Digital de Telefonia Municipal (RDTM), que reduz custos das ligações através da escolha da melhor tarifa e outros mecanismos. A estrutura, segundo dados da companhia, gera aos cofres da prefeitura uma economia anual média de R$ 7,2 milhões. "Ela permite que os servidores realizem ligações gratuitas entre as secretarias, discando apenas o ramal desejado. Chamadas externas passam a ter custos, em média, 60 a 70% menores", explica o presidente da estatal, André Imar Kulczinsky.

O último órgão ligado à RDTM foi o Procon da capital, que agora atender por 12 ramais nos números (51) 3289.1777/1717ou (51) 2105.1777/1717.

Cursos gratuitos de Informática para a comunidade, fornecidos nos Telecentros da capital, e softwares desenvolvidos para necessidades específicas do município, como o Sistema de Gerência Orçamentária (GOR), implantado no Departamento Municipal de Água e Esgoto e outros órgãos, e uma solução de gestão para entidades do Sistema Único de Saúde (SUS), são outras iniciativas realizadas pela Procempa no último biênio.

O hardware também está entre as preocupações. Em 2007, a prefeitura de Porto Alegre renovou o parque de computadores de suas 93 escolas da rede municipal. O projeto, que beneficiou cerca de 60 mil alunos, atendeu a instituições que já dispunham de laboratórios de informática e também às desprovidas, que passaram a contar com infra-estrutura para realizar iniciativas de inclusão digital. Ao todo, foram 960 PCs Dell instalados.

Cidade digital
Todas estas iniciativas elevaram Porto Alegre à classificação de Cidade Digital. Segundo uma edição da revista Veja de novembro de 2007, a capital gaúcha foi o primeiro município do país a chegar a este posto.

Leia mais no Baguete
Todos os projetos da TI pública de Porto Alegre receberam cobertura do Baguete. Confira as matérias pelo link relacionado abaixo.