Tamanho da fonte: -A+A

A Transit Telecom comunicou nessa quinta-feira, 05, que o Skype rompeu unilateralmente o contrato que viabilizava o serviço de número online no Brasil e delcarou que o serviço foi maldoso ao tentar atribuir à operadora a culpa pelo encerramento dos números online no país, o SkypeIn.

Para a Transit, o Skype tentou fugir da sua responsabilidade e tentou envolver a operadora sorrateiramente.

“A nota divulgada pela Skype, a respeito da referida numeração (SkypeIn), tem intuito de fugir de sua responsabilidade perante seus consumidores e maldosamente indica os contatos da Transit para que tais consumidores obtenham maiores informações”, enfatiza a nota da Transit.

Segundo o comunicado, “a parceria, que envolvia diversas obrigações entre as empresas, não teve continuidade em decorrência da atitude unilateral da Skype no sentido de utilizar outras empresas no Brasil para efetivação de seu tráfego de telecomunicações”.

Conforme a Transit, seu nome e responsabilidade técnica e regulatória “foram expostos a riscos incompatíveis e desproporcionais às relações comerciais existentes”.

Na quarta-feira, 04, quando a notícia foi divulgada, o Skype informara que a Transit Telecom não ofereceria mais os serviços, além de criticar a postura da oferta de VoIP no Brasil.

“Infelizmente, devido à regulamentação brasileira, o Skype não pode oferecer o recurso Números Online a você diretamente sem um parceiro local. Pedimos desculpas pelo inconveniente que a decisão da Transit Telecom possa lhe causar”, declarou o Skype.

Esclarecimentos e direitos dos consumidores da Skype, completa a operadora, devem ser solicitados única e exclusivamente perante a Skype.

A empresa encerra a nota informando que irá à Justiça para pedir ressarcimento dos possíveis danos.

Leia o comunicado da Transit nos links relacionados abaixo.