Tamanho da fonte: -A+A

Num esforço de promover sua nova investida nas redes sociais, o Google não permitirá mais a existência de perfis (Google Profiles) privados em sua ferramenta.

Segundo o site The Next Web (TNW), pelo menos nome e sexo dos usuários deverão ser exibidos.

“A ideia do Google Profile é ajudar as pessoas a se encontrarem e se conectarem online. Perfis privados não permitem isso, então nós decidimos exigir que todos os perfis sejam públicos”, diz o site oficial do serviço.

Lançados no final de 2007, os perfis no Google são “uma forma de criar uma identidade online”, disse a empresa por ocasião do lançamento do serviço.

Pelo profile, contas de serviços do Google (YouTube, Picasa, Blogger, Maps, Docs) são integradas.

O usuário tem a liberdade de decidir que informações sobre esses serviços serão públicas em seus perfis ou não – opção que continua valendo, segundo o Google, exceto para nome, gênero e foto, se houver uma foto associada ao perfil.

De acordo com o Google, usuários que não quiserem que seu perfil seja público podem deletá-lo.