O governo quer os hackers éticos ao seu lado para criar um portal de acesso a informações sobre gestão pública, como distribuição de gastos.

De acordo com o jornal Valor Econômico dessa terça-feira, 06, o fluxo de dados do portal será alimentado por um sistema, batizado de Plataforma Aquarius.

“Vamos formalizar um convite para ajudar no desenvolvimento da ferramenta”, disse o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante.

Inicialmente, o desenvolvimento do portal contará com sistemas proprietários. A proposta, porém, é que o portal seja baseado em softwares de código aberto, sendo posteriormente oferecido a outros ministérios e entidades.

Segundo Mercadante, oferecer informações desse tipo ao público vai gerar questionamentos, mas aumentará a eficiência da gestão pública.