Tamanho da fonte: -A+A

A edição americana da Playboy utilizará a tecnologia 3D em sua edição de junho.

"O que as pessoas mais querem ver em 3D? Provavelmente, uma mulher nua. Mas eu não sou um entusiasta do 3D. Filmes em duas dimensões são OK para mim", afirmou Hugh Hefner, o fundador da revista.

Utilizando óculos que virão encartados na edição, o público poderá ver a coelhinha Hope Dworaczyk "saltar" das páginas da publicação. Segundo informações do G1, a modelo foi clicada com câmera especial, para dar o efeito tridimensional.

A estratégia da Playboy visa reverter quedas nas vendas da revista, cuja circulação caiu de 3,5 milhões de exemplares em 2006 para 1,5 milhão no ano passado, informa a Folha Online.