Tamanho da fonte: -A+A

Um comerciante de João Pessoa, na Paraíba, anunciou no Mercado Livre a venda do iPhone 5, que ainda não foi confirmado pela Apple, por R$ 2.300.

De acordo com o site Macworld Brasil, o usuário do site de leilões que anuncia o aparelho como original informa já ter vendido um aparelho até o momento.

Entretanto, o que chama a atenção é a descrição do protótipo. Conforme o anúncio, o iPhone 5 tem 64 GB, capacidade de armazenamento não disponível em nenhuma das versões anteriores, câmera com resolução de 800 MP, tela de 4 polegadas, entrada HDMI e conexão 4G.

Além disso, o vendedor ainda aumenta a velocidade do chip A5 de 900 MHz para 1,5 GHz.

Segundo o Macworld Brasil, quando questionado sobre a veracidade do equipamento, o vendedor informa que o protótipo chega ao Brasil no mês que vem, mas já esta disponível para comércio com os fornecedores.

E garante que depois de confirmado o pagamento em conta, em até três dias, já seria possível rastrear o processo de entrega pelos Correios.

O advogado Renato Opice Blum, coordenador do curso de direito digital da FGV e presidente do conselho de Tecnologia da Informação da Fecomercio, informa que o anunciante do iPhone falso pode ser indiciado por estelionato, que prevê até cinco anos de prisão, pela de venda de um produto que não existe.

Conforme o Mercado Livre, que retirou a oferta do ar na última segunda, 12, o vendedor pode ser banido do site por desrespeitar as políticas de venda.

O portal Macworld Brasil aponta que o verdadeiro iPhone 5 deve ser lançado até outubro de 2011.