Daniel Funis é diretor de marketing do Clube Urbano GroupOn

Tamanho da fonte: -A+A

O primeiro site de compras coletivas do mundo chegou mais tarde no Brasil. Agora, o GroupOn corre atrás do prejuízo para assumir a liderança.

"Nós queremos ser o número um, e todas as nossas ações tem sido nesse sentido", promete Daniel Funis, diretor de marketing do Groupon Clube Urbano.

A empresa surgiu há dois anos nos Estados Unidos e já conta com 200 cidades cadastradas no mundo – 12 no Brasil e duas na Região Sul (Porto Alegre e Curitiba).

Entre os 29 países em que o GroupOn atua estão os latino-americanos Chile, Brasil, Argentina, Colômbia e México. Da lista na AL, apenas o mercado brasileiro não é liderado pela companhia. Apesar de saber que não lidera, o executivo, não aponta um rival principal.

"Cada semana aparece um novo player. Como somos o único grupo em nível mundial, não identificamos um (site) como um concorrente", diz Funis.

Peixe tem cinco vezes mais vendas
Funis pode preferir não identificar rivais, mas o Peixe Urbano é, claramente, o dono do ringue. Pioneiro no Brasil, atuando desde março deste ano, o site é reconhecido por outros players como o maior no mercado brasileiro.

Nenhum dos sites revela números de cadastrados ou faturamento. No entanto, levantamento feito pelo Baguete Diário com 10 ofertas presentes nos sites em três cidades, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, aponta vantagem em volume de negócios para o Peixe Urbano.

Multiplicados os compradores por preços de promoções, foram R$ 23,1 milhões em ofertas para o site carioca contra R$ 11,3 milhões para o GroupOn brasileiro. Em Porto Alegre, onde o GroupOn chegou há pouco mais de um mês, o volume de compras do Peixe é cinco vezes maior.

"Um dos grandes diferenciais deste mercado é começar primeiro. É o que o nós fizemos nos Estados Unidos. Enquanto isso, as pessoas de outros locais viam o modelo de negócios e o implantavam nos seus países", diz Funis.

Meta é de 35 cidades em 2010
Segundo Funis, o grupo tem feito investimentos pesados no Brasil. O executivo não revela números, mas aponta um dos reflexos no contingente de funcionários.

Cada uma das cidades com atuação do grupo no Brasil tem uma equipe própria. Segundo Funis, os grupos do Clube Urbano são de 20% a 30% maiores que a da concorrência.

"Temos um plano de expansão bastante agressivo. Estamos abrindo uma cidade por semana. Primeiramente, ocuparemos todas as capitais. A partir de então, cidades menores", enfatiza Funis.

A empresa tem, atualmente, 160 colaboradores, uma média de 10 por cidade. A meta é expandir de uma dúzia para até 35 as localidades de atuação do Clube Urbano ainda neste ano.

“O Brasil é mercado fantástico que está crescendo muito. Somos 200 milhões de pessoas e, naturalmente se torna o mercado, na América Latina, mais importante. Quando surgiu a oportunidade, nós viemos o mais rápido possível. O Brasil já o quinta maior faturamento do GroupOn no mundo, e nós queremos muito mais aqui”, conclui Funis.