O grupo Publicis está negociando o controle da AG2, agência digital com sede em Porto Alegre e escritórios em São Paulo, Pelotas e Rio de Janeiro.

Segundo informou a revista Meio e Mensagem, o objetivo da holding francesa é incrementar a atuação da Modem, braço online da Publicis Worldwide.

O presidente da Publicis no Brasil, Orlando Marques, e o sócio majoritário da AG2, Cesar Paz, conduzem as negociações. Fontes de mercado ouvidas pelo Baguete Diário afirmam que o negócio na verdade já está fechado e deve ser anunciado oficialmente ainda esse mês.

A AG2 tem 11 anos de mercado e fechou 2009 com faturamento de R$ 20 milhões, alta de 43% sobre o ano anterior e o dobro da meta projetada para o ano. A companhia tem 150 funcionários.

O faturamento cresceu e ficou concentrado em nomes maiores. Em entrevista ao Baguete em dezembro de 2009, Paz revelou que o número de contas atendidas passou de 63 para 30, gerando mais “receita em proporção e volume”.

A mudança no perfil de contas foi uma das mudanças de posicionamento da AG2, que também se fortaleceu no mercado paulista por meio de incoporações.

No ano passado, foi a Agência Clímax, que agregou clientes como Pfizer, Azeite Gallo, Yamaha Motors e Bombril, entre outros, à carteira, já formada por nomes como Bradesco, Embraer e General Motors. Antes disso, em 2006, havia sido a vez da PopCom, do Grupo Prax.

A GM é também cliente do Grupo Publicis, o que tornaria a compra da AG2 mais atrativa, observam analistas de mercado.

Agora vai?
O grupo Publicis não é o primeiro candidato a adquirir a AG2. Boatos sobre negociações de venda correm no mercado de tempos em tempos, estimulados pelo fato do fundo CRP ter participação na companhia.

Em entrevista ao Baguete Diário em outubro de 2008, Paz revelou que a companhia já havia recebido três ofertas de compra desde janeiro.

Na ocasião, o executivo destacou que os quatro sócios da empresa viam com “bons olhos” uma operação de venda, desde que o modelo de negócio da AG2 fosse mantido e que os fundadores pudessem seguir à frente da operação, condições que não haviam se cumprirdo até aquele momento.

Quem é o comprador
A Modem é uma das subsidiárias da Publicis Brasil, ao lado da Dialog e Salles Chemistri.

De acordo com a Meio e Mensagem, a companhia ainda tem atuação incipiente no país.

No final de 2008, o Grupo Publicis comprou a brasileira Tribal para transformá-la na base nacional da Digitas, mas com atuação independente da família Publicis Brasil, assim como as demais redes ligadas à holding francesa, como F/Nazca S&S e Leo Burnett.

Além da rede Digitas, o Grupo Publicis também adquiriu no ano passado a Razorfish, uma das principais grifes globais do universo digital - que poderá ter escritório no Brasil futuramente e já figurou no rol dos possíveis interessados em adquirir a AG2.