Tadeu Schmidt é o novo alvo da ira dos internautas

Tamanho da fonte: -A+A

“Cala Boca Tadeu Schmidt” se tornou na manhã desta segunda-feira, 21, o tópico número um dos Trending Topics mundiais do Twitter.

A onda de tweets com a mensagem é uma resposta a um incidente na coletiva de imprensa após o jogo Brasil x Costa do Marfim neste domingo, 20, quando o técnico Dunga insultou o jornalista da Globo Alex Escobar.

Durante sua participação no Fantástico, Schmidt criticou em nome da emissora o comportamento de Dunga como “não compatível com alguém tão vitorioso no esporte”. O jornalista disse ainda que Dunga “com frequência, usa frases grosseiras e irônicas” no relaciomanento com a imprensa.

“O que precisa ficar claro em mais esse episódio, é que torcemos muito para que a seleção chegue à conquista de mais um título mundial. E que a preocupação do Jornalismo da Rede Globo sempre foi a de levar a melhor informação a você, telespectador, independentemente de quem esteja no comando”, finalizou Schmidt.

Para muitos internautas, a emissora está fazendo uma cobertura crítica do trabalho de Dunga devido à proibição da filmagem dos treinos imposta pelo técnico gaúcho. Schimitt é o segundo jornalista da Globo a ser alvo de uma campanha ao estilo “cala boca” no Twitter.

O primeiro foi o narrador Galvão Bueno, em uma campanha que manteve “Cala Boca Galvão Bueno” na liderança dos Trending Topics por semanas, com repercussão nos sites de publicações internacionais como El País e New York Times. O assunto é ainda a capa da revista Veja desta semana.

Bueno, no entanto, reagiu de forma bem humorada à situação. Depois que uma faixa com a mensagem “Cala Boca Galvão” foi estendida nas arquibancadas durante a estréia do Brasil na Copa contra a Coréia do Norte, o jornalista falou sobre a campanha no programa Central da Copa, apresentado por Tiago Leifert.

“A gente entra na casa das pessoas e as pessoas têm todo o direito de brincar com a gente. Estou na campanha e estou sério na campanha”, brincou o locutor.

As críticas no Twitter não repercutiram na audiência da Globo nos jogos do Brasil na Copa. Na partida de domingo, a emissora marcou 41 pontos de média e share de 69% contra 11 pontos e 18% dos televisores na concorrente Bandeirantes. Confira abaixo o vídeo com a matéria do Fantástico sobre os insultos de Dunga a Alex Escobar.