Paulo Kendzersky

Tamanho da fonte: -A+A

Após fechar 2010 com um crescimento na ordem de 80%, a WBI Brasil planeja incrementar a expansão este ano com novas filiais.

O cronograma envolve aberturas em Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro no primeiro semestre, além de franquias em outros estados entre o segundo semestre e início de 2012.

A ideia é aproximar o atendimento dos clientes já atendidos nos diversos estados, além de prospectar novos negócios: a WBI projeta chegar ao final do primeiro semestre de 2011 com 100 clientes de contrato.

“Será um crescimento em torno de 40% em relação a 2010”, destaca o presidente da companhia, Paulo Kendzersky.

Já com as franquias, a pretensão é conquistar em torno de 20 novos clientes por unidade no final dos seis primeiros meses de atuação.

A meta é empregar em torno de quatro pessoas por filial, para atendimento e comercial. Já o desenvolvimento dos serviços seguirá a cargo a matriz, em Porto Alegre.

A única exceção será para clientes que necessitarem uma produção local em razão do volume. Nestes casos, além de atendimento e comercial, as filiais disporão de webdesigners e programadores locais, conforme a demanda.

“Desde o início das atividades, em 2000, tínhamos a pretensão de ampliar a presença para atender a todo o mercado nacional, mesmo que de forma remota”, explica Kendzersky.

Como o trabalho desenvolvido pela empresa tinha foco em consultoria, até agora não havia a necessidade da presença física em outros estados.

Entretanto, com a ampliação da oferta de serviços que tornou a organização uma agência full service, conforme define o presidente, a demanda veio à tona.

“Passamos a desenvolver todas as etapas de um projeto web, desde o planejamento inicial, desenvolvimento de aplicativos e criação, além da gestão das campanhas”, afirma o executivo. “Então, houve a necessidade de se pensar em alternativas ao atendimento à distância e definimos o projeto de expansão”, finaliza.