Tamanho da fonte: -A+A

O Grupo A, com sede em Porto Alegre, fechou uma parceria exclusiva com a desenvolvedora de soluções para e-learning Blackboard, dos Estados Unidos.

O acordo dá à Grupo A a representação sobre os produtos da Blackboard no Brasil por cinco anos.

Segundo o gerente de Novos Negócios do Grupo A, Bruno Weiblen, mais do que fazer bem ao balanço da companhia gaúcha, o casamento marca um redirecionamento da empresa: do business to consummer para o business to business.

“Já vendemos nossos livros para alunos e professores, agora venderemos uma solução também para as universidades onde esses clientes estão”, resume Weiblen.

20 numa tacada só
Com a parceria, a Grupo A agrega, na largada, 20 clientes ao portfólio, entre eles ESPM, FGV, Dom Cabral e Eurofarma – todas empresas já atendidas remotamente, dos Estados Unidos, pela Blackboard.

Fundada em 1997, a Blackboard está sediada em Washington, DC, tem escritórios na América do Norte, Europa, Ásia e Austrália, e é uma das líderes do setor, atendendo 72% das 200 maiores instituições de ensino do mundo.

No ano passado, a Blackboard faturou US$ 447,32 milhões.

Troca de conhecimento
“O ambiente permite ampliar nosso ganho pedagógico e criar um ambiente virtual de ensino que não conseguiríamos sem um parceiro estratégico”, avalia José Francisco Vinci de Moraes, da ESPM.

Cliente da Blackboard desde 2005, a instituição modernizou seu processo de compartilhamento de informações com os alunos.

Segundo Moraes, as soluções possibilitam adaptar o conteúdo a todos os cursos oferecidos pela ESPM.

“Há uma troca de conhecimento em rede e uma integração que não seria possível sem a ferramenta, o que reflete em um ganho pedagógico imensurável”, opina o professor.

Grupo A, de Artmed
Há 38 anos no mercado, a Grupo A – Artmed Editora até 2010 – é uma holding formada pelos selos editoriais Artmed, Bookman, Artes Médicas, McGrawHill, Penso e Tekne.

Responsável pela publicação de livros científicos, técnicos e profissionais nas áreas de biociências, de ciências humanas e de ciências exatas, sociais e aplicadas, o Grupo possui leitura de sobra no catálogo.

São 2 mil títulos entre impressos e e-books. Agora, a empresa quer diversificar.

“Percebemos as mudanças no mercado editorial, com o surgimento de livros eletrônicos, leitores para esses formatos, e outros dispositivos. Por isso estamos buscando uma forma de integrar conteúdo e tecnologia”, diz Weiblen, executivo com experiência no mercado de e-learning.

Ele foi, de 2004 a 2010, um dos parceiros da GSI Online, especializada e-learning nascida na na Incubadora Tecnológica da UFSM. Agora, assume a gerência das operações na Grupo A vinculadas à Blackboard, segundo seu perfil no LinkedIn.

Weiblen não revela metas para o novo acordo, mas garante que os 20% de crescimento do ano passado, sobre 2009, devem, no mínimo se repetir.

Em 2010, a empresa movimentou R$ 100 milhões.

Hoje, a companhia tem 250 funcionários em Porto Alegre e representantes em Brasília, Minas Gerais e Nordeste, além de um centro de distribuição em São Paulo.