Tamanho da fonte: -A+A

O valor movimentado por fusões e aquisições na TI mundial cresceu 41% em 2011, somando US$ 167,7 bilhões, ante os US$ 119 bilhões registrados em 2010.

A análise é da Ernst & Young Terco, e aponta que foram realizados 3.006 negócios no ano passado, 13% a mais do que os 2.658 de 2010, embora o quarto trimestre de 2011 tenha registrado queda (pelo terceiro trimestre consecutivo) de 4% ano/ano, ficando em 676 negócios.

No geral de 2011, os valores de transações realizadas por Private Equity (PE) subiram 67%, contrariando a tendência de declínio na segunda metade do ano. 

 
"As megatendências, como mídias sociais, mobilidade, computação em nuvem e big data, têm sido combustível
para o aumento das fusões e aquisições em TI desde 2009”, afirma o líder de Fusões e Aquisições da E&Y Terco, Ricardo Reis.
 
Segundo ele, o recuo no final de 2011 deveu-se a pressões macroeconômicas, que também sugerem uma possibilidade de crescimento lento nas fusões e aquisições do setor em 2012.
 
“A perspectiva de longo prazo, entretanto, mantém-se forte, devido à inovação tecnológica disruptiva em curso", pondera Reis.