O Grupo Artecola, com Matriz em Campo Bom, encerrou 2010 com 24% de crescimento sobre o ano anterior, com receita líquida de R$ 391 milhões.

A empresa projeta alcançar, até 2015, faturamento na casa dos R$ 750 milhões.

A corporação gaúcha, que fabrica de adesivos a laminados, plásticos de engenharia e EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), completou 63 anos de fundação este ano, e, segundo o presidente executivo, Eduardo Kunst, trata-se de uma trajetória marcada pela inovação e aplicação de recursos tecnológicos.

A companhia, cujo departamento de TI é comandado pela CIO Sandra Marlene Heck, ex-AES-SP, Dana Albarus e Plaut Consultoria, é case de implantação de soluções como, por exemplo, o SAP.

O grupo utiliza o ERP Business One nas unidades do Brasil, Chile, Peru e Colômbia.

A TI verde também está no foco da Artecola, que no ano passado entregou mais de 850 quilos de lixo eletrônico para reciclagem, entre monitores, gabinetes, teclados, mouses, impressoras e pilhas recolhidos entre os colaboradores.

O material foi entregue à Oster, de Novo Hamburgo, que faz o reaproveitamento e correta destinação dos resíduos.

Na linha da Green IT, a empresa de Campo Bom também adota virtualização em quatro de seus dez servidores e orienta os colaboradores a colocarem as máquinas para hibernar sempre que planejem sair da mesa por mais de cinco minutos.

Com planos como este, a meta da companhia é trabalhar com 70% de notebooks até 2015.

O foco do projeto dos notes é a economia: enquanto um PC consome em torno de R$ 0,12 por hora em energia, um laptop não passa de aproximadamente R$ 0,03.

Investimentos em TI e inovação que garantem o diferencial da empresa nacional e internacionalmente, segundo Kunst.

“Apostamos em áreas distintas, como projetos para a construção de casas com tecnologia própria premiada internacionalmente, calçados de segurança com perfil único no Brasil e lançamentos em adesivos e laminados capazes de reconfigurar toda a lógica de aplicação nos mercados onde são utilizados”, afirma o presidente.

Ainda conforme o executivo, outros pontos de destaque da Artecola se referem à gestão de pessoal.

No ano passado, a companhia registrou, por exemplo, distribuição recorde do PRA, seu programa de participação nos resultados, de acordo com o presidente.

“E há um mês comemoramos a marca de 2 mil dias sem acidentes com afastamentos na matriz”, finaliza Kunst.

O Grupo Artecola conta com cerca de 1,8 mil colaboradores e mantém plantas industriais no Brasil, Chile, Argentina, Peru, Colômbia e México.