A Caixa Econômica Federal (CEF) vai lançar a ferramenta Wikiversidade Caixa, desenvolvida em software livre pela TI interna da instituição, para seus 84 mil funcionários.

Conforme Maria Salete Cavalcanti, superintendente nacional do banco, também está prevista a publicação online das páginas pessoais do quadro da estatal financeira.

Em um segundo momento, o plano da CEF é estender o programa aos estagiários, menores aprendizes e demais parceiros da instituição, entre os quais agentes lotéricos, fornecedores e distribuidores.

"As ações fazem parte de um conjunto estratégico da gestão do conhecimento, tendo como eixo central o Processo Seletivo Interno (PSI)", destacou Maria Salete.

Há 10 anos, a empresa lançou a Universidade Caixa, focada na capacitação de colaboradores.

Depois, foi lançado programa Trilhas de Aprendizagem, feito em dois recortes: um aberto a todos da organização e outro específico, voltado aos cargos de direção e gerência, abrangendo 47 mil funções gratificadas e 15 mil funções gerenciais (FGs), próprios para os funcionários de carreira da Caixa.

"Integram as trilhas a gestão por competência, com foco nos pontos fortes dos bancários e o Banco de Oportunidades. Temos que valorizar o potencial do indivíduo, é melhor do que tentar reforçar o ponto fraco, porque, dessa forma, no máximo conseguiremos um funcionário mediano”, afirma a superintendente.