Tamanho da fonte: -A+A

Onze alunos dos cursos de Ciência da Computação e da Engenharia de Computação da Ufrgs foram selecionados para passar um ano na Alemanha, como parte de um convênio da federal com universidades nas cidades de Kaiserslautern e Stuttgart.

 
Os escolhidos vão desempenhar atividades de iniciação científica junto a orientadores alemães, além de participar de disciplinas avançadas nos cursos. 
 
Os gaúchos farão um curso intensivo de alemão ao chegar, mas as atividades acadêmicas são em inglês. As universidades alemãs pagam uma bolsa de cerca de 600 euros. As passagens não estão incluídas. 
 
Existe a possibilidade dos participantes se dedicarem exclusivamente a atividades de pesquisa, através das quais podem retornar ao Brasil com um trabalho de conclusão encaminhado e com professor alemão como orientador ou co-orientador. 
 
“É  um programa acadêmico diferente dos convencionais. A experiência em outro ambiente de pesquisa é o objetivo deste nosso convênio”, explica a professora Taisy Weber, coordenadora da iniciativa.  
 
Um total de 47 alunos já passaram pelo programa com as universidades de Kaiserslautern e Stuttgart. Convênios semelhantes existem com instituições de  Tuebingen e Berlim. 
 
Como funciona
A seleção inicia com chamada de alunos no Instituto de Informática que já tenham todos os créditos até a quarta etapa concluidos. 
 
Após um pre-seleção inicial, os documentos do candidatos são enviados as Universidades conveniadas e os orientadores escolhem os alunos.