Tamanho da fonte: -A+A

A Heineken espera comprar até o início de junho a Schin.

A cervejaria brasileira está sendo disputada pela holandesa Heineken, a sul-africana SABMiller e a dinamarquesa Carlsberg.

Segundo informações do iG, a Heineken acaba de contratar uma linha de crédito de US$ 2,9 bilhões, o que aumentou os rumores de que a companhia estava se preparando para fechar a aquisição da cervejeira nacional.

Fontes ouvidas pelo site apontam que a proposta final da Heineken foi de US$ 2 bilhões, contra o US$ 1,8 bilhão oferecido pela SABMiller.

Se fechado, o negócio levaria a Heineken, hoje com menos de 10% de participação de mercado, a  saltar da quarta posição para o segundo lugar no ranking das maiores fabricantes no país.

Confira a matéria do iG na íntegra pelo link relacionado abaixo.