Tamanho da fonte: -A+A

Começou a fase de investimento do Fundo SC, que conta com R$ 12 milhões para comprar participações minoritárias em empresas catarinenses nascentes nas áreas de TI, bioengenharia e nanotecnologia com faturamento anual de até R$ 2,4 milhões.

O fundo é composto por dinheiro da Finep (49%), CELOS (Fundo de Pensão), SC Parcerias, Intelbras, WEG Participações e Pedra Branca Empreendimentos Imobiliários. A gestão é da FIR Capital e pela BZPlan, empresa sediada em Florianópolis.

O Fundo SC é uma das ações do Inovar Semente, programa lançado pela financiadora em 2006. Em quatro anos já foram criados seis fundos do gênero, com verbas totais de R$ 110 milhões.