Tamanho da fonte: -A+A

A venture capital de tecnologia Ideiasnet, focada em investimentos no Brasil, reverteu o prejuízo de R$ 13,5 milhões do segundo trimestre de 2010 e chegou ao lucro líquido proporcional de R$ 1,4 milhão no mesmo período em 2011.

Na receita líquida, a empresa alcançou R$ 297,8 milhões no trimestre, 21,1% superior ao 2T10.

O semestre fechou com R$ 583 milhões, aumento de 20,6% em relação ao mesmo período do ano passado. O Ebitda foi de R$ 12 milhões, com aumento de 89,7% em relação ao 1T11 e com margem de 4,0%, contra 2,2% no 1T11.

O Ebitda do semestre foi de R$ 18,4 milhões aumento de 153,9% frente ao primeiro semestre de 2011.

Entre as empresas do portfólio, a MoIP teve receita líquida de R$ 8,3 milhões no primeiro semestre, 37,3% superior à registrada no mesmo período de 2010. A Ebtida do  período foi de R$ 1,5 milhão, crescimento de 106,3% frente ao 1S10.

Lucro Líquido do semestre foi 31 vezes maior que o resultado do 1S10.

Já a distribuidora Officer registrou receita líquida de R$ 482,9 milhões no semestre, avanço foi de 22,9%, totalizando R$ 482,9 milhões.

O lucro líquido no semestre teve aumento de 88,2% no semestre, realizando R$ 4,1 milhões.

Ainda no 2T11, a Padtec registrou receita líquida de R$ 99,2 milhões no 1S11, a evolução de 55,5% comparado ao ano anterior deve-se à entrada no portfólio de novos produtos da linha de 40Gb, aumento da receita  oriunda de serviços e vendas para novos clientes e mercados.

O lucro líquido totalizou R$ 9,9 milhões, crescimento de 35% frente ao mesmo período de 2010.

As participações da Ideiasnet nessas empresas é de 41,3%, na MoIP, 100%, na Officer, e 34,2%, na Padtec.

Completam o portfólio da empresa a AddComm (54% de participação), Automatos (34,6%), Bolsa de Mulher (95,7%), Brands (participação indisponível), Hands (51,4%), Imusica (95%), Media Factory (78,8%), NetMovies (54,8%), Pini (31,1%), Site Blindado (28,6%), Softcorp (97%), Spring Wireless (10,1%), Trinn Phone (70%), TV ao Vivo (23,3%), Visionnaire (40%) e Zura (73,4%).