Tamanho da fonte: -A+A

Entre Microsoft, Apple, Google e Facebook, qual a empresa mais boazinha?

Para o instituto Ethisphere, que todos os anos publica uma lista com as 110 empresas mais éticas do mercado, a empresa fundada por Bill Gates é a única que se salva entre as quatro.

Segundo o site Business Insider (BI), mais de 3 mil empresas se inscreveram para entrar na lista.

A fatia das 110 é criada pela análise de critérios como o histórico de infrações regulamentares e práticas de negócio sustentáveis. Qualquer empresa que tenha enfrentado problemas legais significativos nos últimos cinco anos, por exemplo, fica de fora.

Conforme o BI, desde o ano 2000 a Microsoft tem investido na “corporação cidadã”, além de investir em filantropia – o próprio Bill Gates aposentou-se para dedicar-se à sua fundação.

Além disso, a empresa investiu em programas de desenvolvimento econômico e um processo de controle interno maior.

Outras companhias de tecnologia presentes na lista são Adobe, Cisco, eBay, Salesforce e Symantec.

Sob investigações antirust na União Europeia, o Google seria automaticamente desclassificado pelos critérios do instituto – apesar do mote “não seja mau”.

O Facebook, que no ano passado experimentou um auge de publicidade positiva na figura de seu fundador, Mark Zuckerberg, eleito pessoa do ano pela Time e um dos mais ricos do mundo, segundo a Forbes, também lidou com uma maré de polêmicas envolvendo controles de privacidade.

Já a Apple, ainda que não envolvida em polêmicas que afetem o público, tem entre seus fornecedores asiáticos empresas com índices preocupantes de suicídios entre os funcionários.

Não há informações quanto a se Google, Facebook e Apple inscreveram-se na avaliação do  Ethisphere.

Juntas, Microsoft, Google e Apple lucraram US$ 41,3 bilhões em 2010. O Facebook reportou faturamento de US$ 800 milhões no mesmo ano.