Mercado imobiliário: melhor abril desde 2004

18/06/2010 16:59

O mercado de imóveis novos residenciais da cidade de São Paulo encerrou o quarto mês do ano com recuo dos indicadores, de acordo com a Pesquisa sobre o Mercado Imobiliário realizada mensalmente pelo Sindicato da Habitação (Sicovi-SP).

Tamanho da fonte: -A+A

O mercado de imóveis novos residenciais da cidade de São Paulo encerrou o quarto mês do ano com recuo dos indicadores, de acordo com a Pesquisa sobre o Mercado Imobiliário realizada mensalmente pelo Sindicato da Habitação (Sicovi-SP).

Mesmo assim, o volume de unidades negociadas foi o maior para o mês desde a modificação de metodologia da pesquisa, em 2004. Em abril deste ano a vendas totalizaram 3.236 unidades, equivalente à redução de 21% diante de março, quando foram comercializadas 4.095 moradias.

O total de unidades comercializadas é 65,7% superior a igual período de 2009, que registrou a venda de 1.953 moradias. Considerando abril de 2008, a variação cai para 16,2% (2.786 unidades vendidas).

De acordo com o Secovi-SP, o movimento de diminuição no ritmo ocorre tradicionalmente em abril, por suceder um mês de realização de negócios após período de "represamento" percebido entre janeiro e fevereiro, conforme informa o portal Maxpress Net.

Já o  indicador VSO (Vendas Sobre Oferta) de abril ficou em 25,3%, o melhor desempenho para o mês desde 2004, enquanto que o VGV (Valor Global de Vendas), que permite determinar quanto se vendeu em valor, demonstra que o volume movimentado em abril foi de R$ 1,28 bilhão, com queda de 15,7% em relação ao montante negociado em março, de R$ 1,51 bilhão.

Segmentação
O destaque ficou para os segmentos de 2 dormitórios, com participação de 36,6% nas vendas (1.184 unidades) e de 3 quartos, que teve 1.053 moradias escoadas, equivalente a 32,5%. O nicho de 4 dormitórios representou 14% do total, com 454 unidades vendidas.

Com relação ao volume de unidades lançadas, a fatia de 2 quartos cresce para 50,9% (1.206 unidades) diante do lançamento total de 2.370 moradias em abril, conforme dados da Embraesp - Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio.

Bairros tradicionais no mercado imobiliário nas regiões Sul (Morumbi e Vila Olímpia) e Oeste (Vila Leopoldina, Vila Madalena e Lapa) se destacaram em termos de comercialização no mês de abril, também nos segmentos de 2 e 3 dormitórios.

Acumulado no ano
No primeiro quadrimestre de 2010, as vendas totalizam 11.697 unidades, um crescimento de 72,4% em comparação às 6.784 moradias comercializadas entre janeiro e abril do ano passado. "Nunca é demais lembrar que, em 2009, esse período trouxe preocupação em razão da crise internacional", observa Celso Petrucci, economista-chefe do Secovi-SP.

O ritmo de comercialização medido pelo VSO atingiu média de 21,5% ao mês nesse intervalo de 4 meses. O VSO do primeiro quadrimestre de 2009 foi de apenas 8,6% ao mês.

De acordo com a Embraesp, o total de lançamentos acumulado no ano até abril na cidade de São Paulo chegou a 8.563 unidades, com alta de 103,2% em relação ao volume 4.215 moradias lançadas no primeiro quadrimestre de 2009.

Veja também

Pense Imóveis, da RBS, tem filme 3D

A agência gaúcha Dez Propaganda acaba de criar a campanha de lançamento do Pense Imóveis, novo site de serviços do Grupo RBS.

A novidade inclui um filme em 3D, criado pela agência e produzido pelo Estúdio Makako.

SP é a 5ª cidade com mais imóveis corporativos

São Paulo é a quinta cidade do mundo que mais constrói imóveis corporativos. É o que revela a pesquisa realizada pela Colliers International, especializada no setor de imóveis corporativos.

RJ: menor taxa de imóveis corporativos vagos

Pesquisa realizada pela Colliers International, especializada em serviços no mercado imobiliário empresarial, apontou a cidade do Rio de Janeiro como o local com o menor número de imóveis corporativos vagos no mundo.

A taxa de vacância, estipulada em 0,6%, refere-se a edifícios considerados padrão A ou A+ pelo mercado imobiliário corporativo.

Rossi: imóveis no iPhone
A construtora e incorporadora Rossi acaba de lançar um portal mobile para o mercado imobiliário.

Desenvolvido sob medida para o iPhone pela agência Tesla, o espaço permite busca por imóveis de acordo com critérios como estado, cidade, bairro e fase da obra.

Encontrado o empreendimento, o internauta pode ver imagens do imóvel decorado, plantas e ficha técnica com informações detalhadas como preço, metragem, vagas e o número de suítes, entre outros.
Imóveis entre 5% e 7% mais caros em 2009
Os imóveis podem ficar, em média, entre 5% e 7% mais caros em 2009, caso o cenário de instabilidade financeira se prolongue. A previsão é do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP).

Além disso, conforme informações da assessoria de imprensa da entidade divulgados pelo site Infomoney, ainda na hipótese que a crise perdure, pode ocorrer uma redução na quantidade de lançamentos imobiliários.
Site de POA busca de imóveis por satélite
A Auxiliadora Predial, imobiliária com sede em Porto Alegre, inaugura esta semana seu novo portal na Internet. A página oferece, entre outros recursos, um sistema de busca de imóveis por satélite, através do Google Maps.