O governo Dilma Rousseff deverá criar um ministério para as Micro e Pequenas Empresas. A informação foi dada pelo presidente do PT e integrante da coordenação de transição José Eduardo Dutra.

Atualmente, o Brasil tem 24 ministérios.

A ideia de criar um ministério para as PMEs já foi levantada pelo presidente Lula em abril, ao falar a empresários numa palestra do Sebrae em São Paulo.

Segundo o presidente, relatou o site G1, um único ministro não consegue cuidar de interesses de grandes empresas e ao mesmo tempo se dedicar ao desenvolvimento de pequenos empreendimentos.

“É incompatível o mesmo ministro que está preocupado com problemas da Gerdau [maior produtora de aço do Brasil] estar preocupado com problemas da companheira de Brasília que veio aqui”, disse o presidente, em referência a uma micro-empresária que se beneficiou de recursos do Sebrae.

Cerca de um mês depois, a então ministra Dilma Rousseff reiterava a intenação na Confederação Nacional da Indústria (CNI). “Essa ideia é debatida desde a eclosão da crise financeira”, disse Dilma.

O presidente do PT e um dos coordenadores do governo de transição, José Eduardo Dutra, informou nesta quinta-feira que a presidenta eleita, Dilma Rousseff, irá criar apenas um ministério: o das Micro e Pequenas Empresas. Especulava-se que Dilma aumentaria o número de ministérios para acomodar todos os partidos da base aliada do governo.

As micro e pequenas empresas correspondem a mais de 99% dos 5,8 milhões de negócios formais existentes no Brasil e empregam 52,3% dos 24,9 milhões de trabalhadores com carteira assinada. Os dados são do Sebrae, referente a 2008 e 2009.