Biagio Caetano não é mais CIO da Forjas Taurus.

O executivo, que estava há três anos na companhia, comunicou sua saída por e-mail enviado a seus contatos nesta segunda-feira, 22.

“Em breve divulgarei meu novo desafio, até lá estarei me dedicando ao meio acadêmico, análise de propostas e consultorias”, comenta o profissional no e-mail.

O comunicado não indica um sucessor.

A reportagem do Baguete Diário entrou em contato com a empresa para averiguar se o posto está em aberto ou se já há um nome apontado, mas não obteve resposta até o momento.

Caetano sai da empresa em um momento de mudanças na fabricante de armas curtas gaúchas, uma das maiores companhias do ramo no mundo.

Na semana passada, a Taurus anunciou uma troca de CEO, com a ida de Luis Fernando Estima para o conselho de administração e a entrada na operação de Dennis Braz Gonçalves, ex-Vale e Paranapanema.

A companhia está passando por uma reestruturação desde a aprovação, em maio, a incorporação da até então holding controladora Polimetal (controlada por Estima), junto com uma dívida financeira de R$ 165 milhões.

Com fábricas no Brasil e nos Estados Unidos, o grupo Taurus produz, além de armas, também capacetes e equipamentos para as indústrias de autopeças e agroindústria, entre outras.

Realizações
Entre as ações de Biagio à frente da TI da Taurus estão a atualização dos equipamentos de telecomunicações da empresa, com consultoria da Tdec.
 
Além disso, o executivo também conduziu da construção de políticas de contingência e segurança e adoção de virtualização e migração da plataforma Linux pelo Microsoft Windows Server com Active Directory e migrou dos sistemas de e-mails Notes e Post-Fix para o Microsoft Exchange.
 
Antes de entrar na Taurus, Caetano já havia atuado como diretor na Auxiliadora Predial, CIO da Adubos Trevo e da Riocell.

E a vaga?
A TI está sem perspectivas de um substituto para Caetano. A sucessão segue sem definições, por exemplo, quanto a uma busca no mercado, ou internamente.