Tamanho da fonte: -A+A

A Rossi vai construir um edifício comercial com 14 andares e 158 escritórios,  outros três residenciais com 400 apartamentos e um centro comercial para 80 lojas em uma área de 30 mil metros quadrados que antes abrigava a antiga fábrica de tecidos Fiateci no Quarto Distrito, em Porto Alegre.

O custo total do empreendimento, lançado nesta quarta-feira, 22, é de R$ 80 milhões. As vendas devem iniciar antes do final do ano e a expectativa é que a obra seja entregue em 2013.

A construtora não revela ainda o preço do metro quadrado no local, mas de acordo com o diretor regional Sul da Rossi, Gustavo Kosnitzer, a ideia é que o Rossi Fiateci seja “uma alternativa mais econômicas para áreas mais saturadas da cidade” como Moinhos de Vento, Petrópolis e Boa Vista.

De acordo com informações da Auxiliadora Predial uma sala comercial de 30m² no  Moinhos de Vento custa em média  R$ 113 mil e de 50m² custa  R$ 188 mil. Já no centro da cidade, os valores ficam em R$ 40 mil e R$ 65 mil, respectivamente.

O menor módulo para as salas comerciais terá 32 m2. Já os apartamentos poderão ter dois ou três dormitórios, com área a partir de 70 m2. O prédio da fábrica, uma das primeiras a se instalar no então bairro industrial, em 1891, será o destino das lojas.  

“O Quarto Distrito passará por um processo de revitalização semelhante ao que aconteceu em bairros como o Soho, em Nova Iorque, e Puerto Madero, em Buenos Aires”, prevê  Kosnitzer.
.
O executivo destaca as melhorias no acesso da área do distrito, situada entre a Rodoviária e o bairro Humaitá, como o viaduto Leonel Brizola, a duplicação da Voluntários da Pátria e o conduto Álvaro Chaves, que eliminou o problema de alagamentos na região.

“A lista de clientes interessados é a maior que já tivemos em qualquer lançamento em Porto Alegre”, adianta Kosnitzer.