Computação em nuvem é uma das principais tendências indicadas pelo Gartner.

Estudo do instituto Gartner aponta as 10 tecnologias estratégicas para as corporações em 2011. Uma das mais importantes é a nuvem computacional. Aplicações móveis, tablets e mídias sociais completam a lista.

Cloud Computing
Segundo a Gartner, a nuvem terá, nos próximos três anos, abordagens variáveis entre os sistemas aberto e fechado. As apostas são oferta de implementação da nuvem privada e serviços de gestão para gerenciamento remoto de serviços. Até 2012, empresas de grande porte devem ter uma equipe de terceirização em cloudsourcing e gestão.
 
Aplicações móveis e mídia de tablets

Até o final de 2010, 1,2 bilhões de pessoas vão ter aparelhos capazes de fazer compras, oferecendo um ambiente ideal para a convergência da mobiliade e da web. Além disso, diz a consultoria, os dispositivos móveis estão se tornando computadores, com uma espantosa capacidade de processamento e largura de banda.
 
Comunicação Social e Colaboração
O Gartner prevê que até 2016, as tecnologias sociais serão integrados com a maioria dos aplicativos de negócios. As empresas devem reunir gerenciamento de relacionamento social do cliente (CRM), comunicação interna e colaboração e iniciativas públicas, como sites sociais, para uma estratégia coordenada.
 
Vídeo
Ao longo dos próximos três anos, o Gartner afirma que o vídeo vai se tornar um tipo de conteúdo comum e modelo de interação para a maioria dos usuários, e até 2013, mais de 25% dos conteúdos que os trabalhadores vêem em um dia será dominado por imagens, vídeo ou áudio.
 
Next Generation Analytics
A tecnologia tornará possível executar simulações ou modelos para prever o resultados, ao invés de simplesmente fornecer dados sobre interações passadas. As previsões serão feitas em tempo real para apoiar cada ação de negócios individuais.
 
Análise Social
Segundo a Gartner, tais ferramentas de análise são úteis para a análise da estrutura social e interdependências, bem como os padrões de trabalho dos indivíduos, grupos ou organizações. A partir desses dados, é possível identificar relações e avaliar impacto de um relacionamento.
 
Computação de contexto consciente
A previsão é que até 2013 mais da metade das empresas da Fortune 500 terão iniciativas de computação de contexto consciente e em 2016, um terço do mercado consumidor mundial de telefonia celular serão baseados na percepção de contexto.
 
Memória de armazenamento
O Gartner vê um enorme uso de memória flash em dispositivos de consumo, equipamentos de entretenimento e outros sistemas integrados de TI.
 
Computação Ubíqua
Chamada de terceira onda da computação, onde os computadores estão invisivelmente embutidos em tudo, a tendência deve ganhar mais força nos anos à frente.
 
Infraestrutura baseada e informática
O modelo de infraestrutura baseada em tecido (FBI) abstrai recursos físicos - os núcleos do processador, largura de banda de rede, ligações e armazenamento - em fontes de recursos que são gerenciados pela Fabric Manager Resource Pool (FRPM), funcionalidade do software. O FRPM por sua vez é movido pela infraestrutura em Tempo Real (RTI), componente de software de serviço. O FBI pode ser fornecido por um único fornecedor ou por um grupo de vendedores que trabalham em conjunto, ou por um integrador - interno ou externo.