Tamanho da fonte: -A+A

A economia brasileira deve receber US$ 2 trilhões em investimentos (cerca de R$ 3,4 trilhões) nos próximos quatro anos, segundo o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho.

Com isso, o nível de investimento no país chegará a 23% de seu Produto Interno Bruto (PIB). Hoje, ele não chega a 20%.

“O total de investimentos projetados para a economia brasileira até 2014 é de US$ 2 trilhões”, afirmou Coutinho, durante a abertura do 1º Fórum de Mercado de Capitais Brasil-China, hoje, em São Paulo.

Segundo o executivo, metade desse total já foi mapeada pelo BNDES. Os aportes serão feitos em vários setores da economia nacional.

Aumentar os investimentos é um dos desafios para manutenção do crescimento do Brasil. Outro é o combate à inflação.

Otimista, o presidente do BNDES acredita que o governo não permitirá uma elevação de preços acima da prevista pelas metas do Banco Central (4,5% ao ano), com margem de 2 pontos para baixo e para cima.

“O governo está atento e não permitirá a propagação inflacionária que ameace o regime de metas”, disse.

Coutinho crê também que o PIB brasileiro deverá crescer 5% ao ano nos próximos cinco anos.